sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

HOMEM MATA AMANTE, FILMA A SI TENDO RELAÇÃO ÍNTIMA COM CORPO DESMEMBRADO E POSTA VÍDEO NA INTERNET



HOMEM MATA AMANTE, FILMA A SI TENDO RELAÇÃO ÍNTIMA COM CORPO DESMEMBRADO E POSTA VÍDEO NA INTERNET
Um assassino causou polêmica ao cometer um crime cruel. Ele matou seu amante, se filmou tendo relações com o corpo desmembrado e postou as cenas na internet.
O incidente foi realizado por Luke Magnotta, de 32 anos. O canadense teria atacado a vítima conhecida como Lin, após publicar em um site que estava a procura de alguém que tivesse interesse de manter relações íntimas de maneiras bizarras.
O corpo da vítima foi encontrado em uma mala dentro de uma lixeira em Montreal, no Canadá, em frente ao prédio onde morava o acusado.

Segundo informações, outras partes do corpo de Lin foi enviada a diversas regiões do país. Ele enviou mãos e pés da vítima embrulhados em papel de seda rosa junto de poemas e cartas a escolas primárias.
O acusado havia publicado vídeos matando gatos, e informou sobre sua futura “façanha”: “DA próxima vez você vai ver um filme que estou produzindo, o qual terá alguns seres humanos”. Ele fugiu para a Europa pouco depois, e foi preso em uma lan house de Berlim, na Alemanha.
Homem mata amante e tem relação íntima com o cadáver
Luke Magnotta (à esquerda) matou o amante Lin (à direita) e teve relação íntima com o cadáver desmembrado enquanto filmava a tudo
O assassinato ocorreu em 2012, mas a sentença de Magnotta foi definida apenas agora. Ele terá de cumprir pena de 25 anos sem direito a liberdade condicional.
O pai de Lin, Diran Lin, viajou da China até o Canadá para estar presente no julgamento.
Segundo informações. Magnotta sofre de esquizofrenia