sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

BOMBA ! TRIBUNAL DE JUSTIÇA TEM LICITAÇÃO DE R$ 20 MILHÕES SUSPENSA PELO CNJ

TRIBUNAL DE JUSTIÇA SUSPENDE LICITAÇÃO DE R$ 20 MILHÕES 

Por essa a presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargadora Cleonice Silva Freire, não esperava. O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) barrou uma licitação mega milionária do judiciário maranhense.

                        Cleonice Freire, presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão

O CNJ decidiu suspender, cautelarmente, o processo licitatório no valor de R$ 20.178.309,84 por suspeita de direcionamento. A decisão saiu na última quinta-feira, dia 12.

A licitação do Tribunal de Justiça tem por objeto a contratação de prestação de serviços de Outsourcing de impressão, para economizar até 50% nos custos de impressão no Poder Judiciário. O prazo vigente do contrato seria de um ano.
A suspeita de direcionamento só veio à tona depois que uma das empresas participantes, a Copiar Center Ltda., informou ao Conselho Nacional de Justiça sobre supostas irregularidades no Pregão Eletrônico n.º25/2014. Isso resultou na decisão da conselheira Maria Cristina Irigoyen Peduzzi de suspender o processo licitatório.
Denúncia
A desembargadora Cleonice Freire não quis esperar a decisão final do CNJ, que solicitou no prazo de 15 dias explicações ao Poder Judiciário sobre as acusações de irregularidades na licitação.
Há uma forte suspeita o advogado Daniel Paixão Lauande, genro da presidente do Tribunal de Justiça, esteja por de trás de toda agilidade para que uma empresa ‘agraciada’ seja a vencedora do contrato milionário.
                Daniel Lauande e Pollyanna Silva Freire: genro e filha da presidente do TJMA
Caso se confirme essa suspeita, a desembargadora Cleonice Freire terá enfrentar o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para explicar o envolvimento do seu genro nos contratos do judiciário maranhense.
É nitroglicerina pura…
DO BLOG LUIS CARDOSO