quarta-feira, 25 de março de 2015

PROCURADOR DIZ QUE CORRUPÇÃO MATA E APONTA O MA COMO UM DOS MAIS CORRUPTOS

Veja o que disse o procurador em entrevista à Rede Record de Televisão

Procurador federal Juracy Magalhães Junior
Procurador federal Juracy Magalhães Junior
“A corrupção mata, comete vários homicídios, quando ela mais exclui, mais se alimenta da exclusão”, assim falou o procurador federal no Maranhão, Juracy Magalhães Junior, ao se referir sobre a fome e o estado de pobreza e miséria em nosso estado, em entrevista à Rede Record de Televisão.
E com muita razão. Afinal de contas, centenas de crianças, adultos e velhos morrem desassistidos pelo poder público por causa da omissão dos agentes públicos, na maioria dos casos por causa dos desvio de recursos para enriquecimento de vários ladrões do erário.
“Existem casos em que são desviados recursos para as mães gestantes que estão desnutridas”, informou o procurador, para que tenhamos uma noção de quanto a roubalheira é cruel no Maranhão e como os ladrões do dinheiro público não têm dó e nem compaixão.
O Maranhão entrou nos primeiros bancos das filas dos corruptos do Brasil há vários anos. As nossas cidades não crescem e só a miséria e a pobreza aumentam. Filhos e filhas da precisão vendem seus corpos para evitar a morte pela fome.
O nosso estado tem o maior número de contas de gestores públicos rejeitadas pelos tribunais. São 1.199 em fase de julgamentos, só para que se tenha ideia. Nos últimos cinco anos, alcançamos o pódio: R$ 280 milhões de recursos desviados pelos prefeitos e prefeitas ladrões.
Temos as quatro maiores cidades com o menor IDH, pobreza extrema, maiores índices de mortalidade infantil, sem água potável, escolas e postos médicos. Temos nestas cidades, proporcionalmente, o maior número de excluídos da nação, um povo que caminha feito o gado para o abate.
Essa é a nossa triste realidade. Esse é o quadro miserável que temos hoje no Maranhão. E quem é o responsável por tudo isso? Também concordo com você, amigo leitor!