quarta-feira, 8 de julho de 2015

COMENTARISTA DA GLOBO CULPA LULA E DILMA POR CRISE NA GRÉCIA

E VIRA PIADA NA REDE...


Lula Sardenberg crise Grécia

Para Carlos Alberto Sardenberg, crise na Grécia é culpa de Lula e Dilma. Segundo o comentarista da Globo, foram os petistas que convenceram o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, a adotar o programa anti-austeridade.


O jornalista Carlos Alberto Sardenberg, um dos âncoras da Globonews e da CBN, acusou o ex-presidente Lula e a atual presidente Dilma de serem os responsáveis pela crise na Grécia. A absurda explicação do jornalista pela vitória do NÃO contra o pacote de austeridade imposto pela União Europeia virou piada na internet.
Segundo Sardenberg, em dezembro de 2012, o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, se encontrou com Lula e a presidente Dilma Rousseff no Brasil, quando os dois petistas teriam feito a cabeça do jovem político grego, na avaliação do jornalista, que também é comentarista do Jornal da Globo.
A tese foi publicada há cinco dias em um artigo de Sardenberg no Globo, em que diz: “Há dois anos e meio, Alexis Tsipras, então um jovem aspirante a líder europeu, esteve no Brasil para ouvir o conselho de Dilma e Lula. Ouviu que políticas de austeridade só levam ao desastre e que era preciso, ao contrário, aumentar o gasto público e o consumo”.
A opinião foi repetida essa semana. Segundo o jornalista, “os ensinamentos que ele (Tsipras) recebeu aqui no Brasil o levou a um desastre, a uma atitude que não deu em nada”.
Em sua página no Facebook, Lula tirou sarro da interpretação. “Carlos Alberto Sardenberg desenvolveu uma explicação original para a crise econômica da Grécia. Diferente de economistas de renome internacional, como Paul Krugman e Joseph Stiglitz, para ele a culpa da crise grega é de Lula e Dilma”, diz.
O petista divulgou ainda uma imagem na qual Sardenberg apresenta o PT como culpado de três problemas: “crise da Grécia”, “esse frio todo” e “meu mau humor”. “A imagem é uma brincadeira, mas a análise de Sardenberg sobre a Grécia foi real. Será que ele não está exagerando?”, pergunta Lula.

Irresponsabilidade

Para o jornalista Luiz Carlos Azenha, o uso de concessões públicas para disseminar comentários falaciosos é preocupante. “Carlos Alberto Sardenberg tem acesso diário a milhões de ouvintes e telespectadores brasileiros. Para atingir seus objetivos, Sardenberg distorce, omite, descontextualiza. É óbvia a intenção dele de colocar no mesmo prato a Grécia, uma economia falida e completamente dependente de negociações com agentes externos — a troika formada pelo FMI, BCE e Comissão Europeia — e o Brasil, que enfrenta uma crise infinitamente mais amena, com amplo acesso aos mercados financeiros internacionais, menor desemprego e reservas de mais de U$ 350 bilhões”, afirma.
Nas redes sociais, também houve reação. “Sardenberg tem todo o direito de defender suas ideias, mas para isso não precisava espancar a verdade”, disse o escritor Fernando Morais.
Leia, abaixo, o post de Fernando Morais:
Desde ontem tenho visto aqui no facebook chamadas para uma gravação em que o jornalista Carlos Alberto Sardenberg teria atribuído a Lula e Dilma a culpa pela crise da Grécia. Achei que era chute e não abri o link.
Diante da insistência das postagens, fui ver do que se tratava. Meninos, eu ouvi! Sem fazer ironia, como ele próprio adverte no início da fala, Sardenberg diz que a ideia de dizer “não” à austeridade foi dada a Alexis Tsipras por Lula e Dilma! Sim, é inacreditável.
A fala revela três faces de um péssimo trabalho “jornalístico”: má fé, desinformação elementar e preguiça de pesquisar antes de falar. O jornalista diz que em dezembro de 2012 Tsipras se encontrou com Lula e Dilma, no Brasil, ocasião em que a presidente e seu antecessor teriam feito a cabeça do jovem político grego.
Ocorre que sete meses antes de vir ao Brasil Tsipras disputara as eleições gerais da Grécia, ficando a milímetros de assumir o governo. Eu cobri essas eleições para um documentário, acompanhei o candidato em comícios e reuniões e fiz uma longa entrevista com ele. Sabem qual era a coluna central da campanha de Alexis Tsipras, SETE MESES antes de ser convertido por Lula e Dilma? “Não à austeridade”.
Sardenberg tem todo o direito de defender suas ideias, mas para isso não precisava espancar a verdade.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.