sábado, 18 de julho de 2015

Soldados são presos suspeitos de extorsão e roubo em Santa Inês, MA

Soldados são presos suspeitos de extorsão e roubo em Santa Inês, MA




Três homens, sendo dois policiais militares, foram presos nesta sexta-feira (17) por suspeita de extorsão qualificada, roubo majorado, associação criminosa e porte ilegal de arma de uso permitido no município de Santa Inês, cidade maranhense localizada no Vale do Pindaré. A prisão aconteceu em frente a um banco, enquanto os suspeitos esperavam a vítima sacar determinado valor em dinheiro.
Os policiais são soldados do 9º Batalhão da PM, em São Luís, e foram identificados como João Froz Lindoso Filho e Carlos Magno dos Santos Pereira. O nome do outro preso é Saulo Emanoel Pianco da Silva. Um quarto suspeito está sendo procurado, segundo informou a polícia.
Ao G1, o delegado Rodrigo Alonso Fernandes, da Delegacia Regional de Santa Inês, revelou que os policiais estavam em carro particular, mas em posse de coletes, algemas e armas da corporação, equipamento usado para ameaçar a vida de uma senhora e seu filho na cidade de Igarapé do Meio, a poucos quilômetros de Santa Inês.
Segundo o delegado, os quatro suspeitos abordaram um rapaz na rua, de quem roubaram R$ 160. Depois foram até uma casa, onde algemaram uma senhora, e, sob ameaças de morte, obrigaram a vítima a entregar mais R$ 800, além de um colchão e um aparelho celular.
“Não contentes com o roubo já efetuado, os policiais obrigaram a mãe do rapaz a ir junto com eles para Santa Inês para fazer saques com seu cartão pessoal. Muito abalada, a senhora passou mal e mandou uma amiga, a quem entregou cartões bancários e as senhas. Os suspeitos e a amiga da vítima foram a um banco e sacaram R$ 1.500”, explicou o delegado.
O problema foi que os quatro bandidos não se contentaram com o que tinham arrecadado e obrigaram a mulher a seguir para outra agência bancária. Um dos suspeitos entrou com ela, enquanto os dois PMs e o cúmplice ficaram no carro do lado de fora da agência.
“Aproveitando que os suspeitos saíram para fazer os saques, a vítima acionou a polícia e nós com o suporte da Força Tática, do Batalhão de Choque da Polícia Militar, conseguimos realizar a abordagem. Os três estavam esperando o comparsa, que conseguiu fugir” contou Alonso.
Investigação
O delegado Rodrigo Alonso Fernandes informou que a polícia vai solicitar as câmeras de segurança das agências bancárias para identificar o quarto suspeito envolvido no esquema de extorsão que contava com a participação de policiais militares de São Luís.
A polícia vai investigar, também, se a vitima tem ligação com alguma atividade criminosa ou se foi escolhida pela quadrilha de forma aleatória, conforme consta em vários depoimentos colhidos até o momento.
Os três suspeitos foram autuados em flagrante por extorsão qualificada, roubo majorado, associação criminosa e porte ilegal de arma de uso permitido. Os policiais serão encaminhados para a prisão no Comando Geral da PM, em São Luís, enquanto Saulo será levado para o Centro de Triagem de Pedrinhas, onde aguardará o desenrolar do processo.
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.