quarta-feira, 29 de julho de 2015

TESOURO MILIONÁRIO FOI ENCONTRADO

Família acha tesouro milionário em barco espanhol que naufragou na Flórida em 1715

Peças ornamentadas em ouro foram reveladas por empresa especializada em tesouros 

Como num típico romance de exploradores, a família Schmitt, da Flórida, encontrou um tesouro avaliado em mais de US$ 1 milhão dentro dos destroços de um navio que naufragou na costa do estado em 1715. O material inclui 51 moedas de ouro e uma corrente de 12 metros ornamentada com o metal, informou a empresa local de resgate que gerencia os direitos dos objetos em navios naufragados.

De acordo com Brent Brisben, que representa a Fleet-Queens Jewels, um filho de 27 anos do casal Rick e Lisa Schmitt foi o responsável pela descoberta. Uma moeda da época tem talhada a imagem do rei Felipe V, o primeiro da dinastia Borbón. Ela é avaliada em ao menos US$ 500 mil.

O barco era parte de uma expedição de 11 navios que zarparam pela frota espanhola em 27 de julho de 1715, em Havana. Três dias depois, foram surpreendidos por um furacão. Estima-se que mais de mil membros das tripulações morreram na intempérie, assim como foram perdidas cargas que hoje equivaleriam a quantias milionárias.

Pelas leis federais americanas, o estado da Flórida ficará com 20% do tesouro para expô-lo em um museu. O resto será dividido entre a família Schmitt e a Fleet-Queens Jewels.

O Ministério da Cultura espanhol disse não ter certeza se há como avaliar se o país ibérico tem direito a um ressarcimento. O consulado em miami está obtendo maiores esclarecimentos para emitir uma posição. Um advogado especializado em direito marítimo lamentou o envolvimento financeiro na questão.

— O maior é o maior museu do mundo. O perigoso é a monetização de seu patrimônio. Sempre há quem ache um galeão, moedas ou tesouros na região, e isso pode gerar um conflito e margens para caça-tesouros — lamentou Mariano Aznar.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.