sábado, 15 de agosto de 2015

LENÇÓIS MARANHENSES

Dunas e lagoas impressionam turistas nos Lençóis Maranhenses



Repórter Patrícia Nobre saiu da Bahia para conhecer as belezas do Maranhão. Destino tem dunas com belas lagoas formadas pela água da chuva.

No Tô de Folga desta sexta-feira (14), a repórter Patrícia Nobre saiu da Bahia e foi para os Lençóis Maranhenses. Quem conhece garante que o lugar é de uma beleza impressionante. São quilômetros e quilômetros de dunas de areia branquinha que, durante alguns meses do ano, ganham a companhia de lagoas, formadas pela água da chuva.
“De Salvador para São Luís não tem voo direto, então eu faço escala no Recife e em Fortaleza. Saio daqui às 10h30 e a previsão de chegada é às 16h30. Sabe aquele alívio que dá quando o turista planeja um passeio, sai do hotel e encontra o céu assim? Pois é!

De São Luís até o nosso destino, Barreirinhas, são 260 quilômetros, percorridos normalmente em quatro horas. Barreirinhas fica à beira do Rio Preguiças e é a principal porta de entrada para os Lençóis Maranhenses.
Não quis perder tempo e nem bem cheguei, já fui passear, devidamente preparada: chapéu, óculos escuros, protetor solar e água, como mandam os guias. Embarquei em uma jardineira, caminhonetes com tração que levam os turistas para passear.

Escolhi os dois passeios mais procurados. Este aqui é para o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Atravessamos o rio em uma balsa e seguimos por uma trilha na areia. São 18 quilômetros, uma hora pulando no banco, que nem pipoca. Até aqui, de carro. Daqui em diante, a pé e a duna é alta. Os turistas ficam todos de pés descalços pra facilitar a subida de 40 metros. 

É uma imagem arrebatadora, uma imensidão de areia. Cada grupo de turistas vira um pontinho. Dunas desenhadas pelo vento. Entre uma e outra, lagoas de águas claras que também parecem desenhos na areia. As lagoas são formadas pela água da chuva, que cai no primeiro semestre. Por isso, a melhor época para visitar os Lençóis é de maio a setembro.
Você sobe e desce duna, olha pra um lado e pro outro e não se cansa de admirar tanta beleza. E o melhor: apesar do sol forte e do calor, a areia é fria, boa para caminhar. A impressão é que a gente anda perto do céu, um lugar onde areia e nuvem se confundem.
No dia seguinte, me preparo para o outro passeio, agora pelo Rio Preguiças. Embarco em uma voadeira, como são chamadas essas lanchinhas. Daqui até a foz são 45 quilômetros.  A gente tá cortando caminho agora por esse igarapé e, como o nível do rio ainda está baixo, a gente tem que ir bem devagarzinho. É bom pra poder apreciar, ver de pertinho essa região de mangue.

Nossa primeira parada é em Vassouras, onde a gente pode se divertir a valer com esses anfitriões: são dezenas de macaquinhos, simpáticos e famintos. Vassouras fica na região conhecida como Pequenos Lençóis. As dunas e lagoas não são tão grandes, nem por isso, menos belas. Resolvo me aventurar em um passeio de quadriciclo, cuidando da segurança, é claro. A sensação é muito boa!
Eu sigo adiante e vou até Atins, já no encontro do rio com o mar. Tô de folga e tô com fome, por isso, sigo a dica que me deram: experimentar o camarão de seu Antônio. O segredo está no molho e é segredo mesmo: ele não conta pra ninguém. I camarão é grelhado no fogo à lenha e é realmente um espetáculo!
Para o fim dessa reportagem, guardei o que mais me marcou: volto às dunas do Parque Nacional dos Lençóis para dividir com vocês estas imagens: o sol que se despede e deixa esta pintura diante de nós”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.